º,

Dólar: R$ 4.183

Saúde

Iamspe inicia prazo de credenciamento com o HUSF


Publicado em 01/08/2019 14:45


Segundo informou a assessoria do  deputado Estadual Edmir Chedid, o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) iniciou nesta quinta-feira (01) o quinto Termo de Prorrogação de Contratos de Serviços Contínuos firmado com o Hospital Universitário São Francisco (HUSF), de Bragança Paulista. Na prática, trata-se da continuidade da prestação dos serviços de assistência médica hospitalar aos funcionários públicos do Estado, como agentes de conservação, policiais (civis e militares) e professores.

A iniciativa, que também atende reivindicação do deputado Edmir Chedid (DEM), continuará beneficiando aproximadamente 4,8 mil conveniados no Circuito das Águas e na Região Bragantina, além de funcionários públicos estaduais de Itatiba e Jundiaí. 

Os usuários locais do Iamspe continuarão dispondo de uma rede de atendimento própria e credenciada, com os serviços clínicos, consultórios médicos e laboratórios de análises clínicas e de imagem. “Além disso, terão à disposição os demais serviços prestados pelo HUSF, bem como os do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), que fica na capital, considerado referência para tratamento de casos de alta complexidade no Estado”, afirmou.

No fim do mês passado, o encerramento da vigência do Termo de Prorrogação de Contratos de Serviços Contínuos entre Iamspe e HUSF resultou numa série de preocupações nos funcionários públicos estaduais que  realizam seus tratamentos específicos na unidade bragantina.

A GB publicou a matéra sobre o tema no último sábado, quando o HUSF emitiu nota avisando sobre o descredenciamento do IAMSPE, o que acabou sendo contradito pelo proprio IAMSPE que alegou que os tramites para a prorogação do contrato já estavam em andamento e que o atendimento aos seus usuários não seria prejudicado. O Instituto disse ainda, que o comunicado sobre o fim do contrato é de praxe e comumente usado nos encerramentos previstos.  O comunicado foi emitido no inicio do mes de julho e o contrato se encerraria em 31 do mesmo mês, mas o HUSF precipadamente divulgou a nota de descredenciamento causado preocupação aos usuários. 

 

 

Voltar