º,

Dólar: R$ 3.7569

Politica

Vereadores rejeitam divulgação de lista de médicos plantonistas


Publicado em 27/02/2019 15:09


 

Dois projetos de lei foram discutidos e votados pelos vereadores na 4ª sessão ordinária do ano, na tarde de terça-feira, 26. Um deles, sobre a obrigatoriedade dos estabelecimentos de saúde afixarem, em local visível, a lista de médicos plantonistas, foi rejeitado por 12 votos contra 6.

O líder do governo, Paulo Mário, ao justificar o voto contrário, destacou que já existe uma lei federal que abrange as UPA’s, não sendo necessária a aprovação e anexou fotos de unidades que já cumprem a lei, mas o autor da matéria, João Carlos, apontou que da forma como está sendo feito não se enquadra nos quesitos legais. Vereadores argumentaram que a lei federal abrange apenas as UPA’s, sendo necessária aplicação em todos os hospitais e clínicas do município e que a lei municipal não prejudicaria a lei federal, mas seria um reforço e apontaram a questão da transparência para evitar possíveis fraudes. Apesar das argumentações, o projeto foi rejeitado.

Outra propositura, sobre a instalação de câmeras de monitoramento de segurança nas creches e escolas públicas municipais foi aprovada, assim como duas moções: a que pede ao Executivo que estude a contratação de estagiários de educação física para orientação de idosos, e a que pede à Prefeitura o fornecimento de uniformes para orientadores esportivos da cidade.

Fez uso da Tribuna Livre a 1ª Tenente Comandante da 1ª Cia. da PM, Camila Cristina Brancalhão Martinho, que falou sobre as atividades do 34º BPMI na cidade. Explicou que a corporação responde também pelas cidades de Pedra Bela, Pinhalzinho, Tuiuti, Joanópolis e Vargem. E divulgou números estatísticos relativos ao ano passado, em que foram realizadas 9.247 operações na região, 1.766 autos de infração, 27.371 veículos vistoriados, 36.661 pessoas abordadas, 11.138 ocorrências atendidas, 730 pessoas presas (duas prisões por dia) e 622 escoltas de presos.

Ela destacou ainda as ações como o DEJEM, Operação Delegada que está prestes a ser regulamentada na cidade, redução da atividade de escolta de presos e operações em conjunto com as demais Forças de Segurança.

Voltar