º,

Dólar: R$ 4.183

Politica

Senado recebe o processo de impeachment de Dilma


Publicado em 12/11/2018 20:49


Após se reunirem na manhã de ontem com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, deputados da base aliada relataram que a petista está “muito otimista” e “confiante”, mesmo após o governo ter sido derrotada no domingo, 17, na votação do processo de impeachment no plenário da Câmara dos Deputados. Por 367 votos a favor, 137 contra, 7 abstenções e 2 ausências, os deputados federais aprovaram a admissibilidade do processo de afastamento da petista. Ontem o processo encaminhado ao Senado, para decidir se acolhe ou não o processo. Se os senadores decidirem dar prosseguimento, a presidente deverá ser afastada por até 180 dias e, neste período, enquanto o Senado irá julgá-la, Michel Temer assumirá a Presidência da República. Antes da sessão da votação, houve mais de 40 horas de debates, que começaram na manhã de sexta-feira, 15, e terminaram na madrugada de domingo, na sessão mais longa da história da Câmara. Durante todo o fim de semana, Dilma procurou angariar apoio de indecisos, com a ajuda do ex-presidente Lula, mas isso não foi o suficiente para evitar que se alcançasse o mínimo de 342 votos necessários para a abertura do processo. [caption id="attachment_7933" align="alignleft" width="650"]Impeachment foi aprovado por 367 votos a favor, 137 contra, 7 abstenções e 2 ausências Impeachment foi aprovado por 367 votos a favor, 137 contra, 7 abstenções e 2 ausências[/caption]

Voltar