º,

Dólar: R$ 3.7569

Meio Ambiente

Volume de água armazenado no Sistema Cantareira continua a cair


Publicado em 12/11/2018 20:46


A SABESP não tem se manifestado sobre a situação preocupante do Sistema Cantareira, formado por seis represas, e que abastece mais de 7 milhões de pessoas, que entrou em estado de alerta, no início deste mês, quando a capacidade de armazenamento havia chegado a 39,6% de sua capacidade. Ontem, último dado disponível, esse percentual havia caído para 38% (era de 59,8% em agosto de 2017), e sem chuva, a tendência é ver o volume de seus reservatórios diminuir ainda mais. Seguindo os parâmetros da Agência Nacional de Água, o reservatório saiu da faixa de atenção, quando se opera entre 40% e 60% de sua capacidade total. Nas últimas semanas a Sabesp só pode retirar 27 metros cúbicos por segundo do Cantareira, mas nem isso tem ajudado. O atual volume do reservatório está bem abaixo do que no período pré-crise hídrica de 2013, quando o sistema registrava 53,6% de sua capacidade ocupada no início de agosto daquele ano. Na última sexta-feira, 27, especialistas alertaram sobre o risco de entrar em nova crise hídrica, já que a Sabesp e o governo de São Paulo ainda não adotaram medidas para enfrentar o período de seca nas regiões atendidas pelo Cantareira. Mesmo com certa melhora na pluviometria acumulada no Sistema, o volume útil de água armazenada até ontem era de 373,3 milhões de m³, ante 587,1 milhões de m³ no mesmo período do ano passado. [caption id="attachment_25330" align="alignleft" width="650"]Volume de água do Sistema Cantareira continua a baixar Volume de água do
Sistema Cantareira continua a baixar[/caption]

Voltar