º,

Dólar: R$ 4.1242

Meio Ambiente

Capivaras circulam pelo Lago do Taboão


Publicado em 12/11/2018 19:46


Diversas capivaras estão sendo vistas no Lago do Taboão, local onde a população pratica caminhas e demais esportes. No mês de dezembro de 2016, a Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) decidiu que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) terá que assegurar a remoção de capivaras que habitam os lagos urbanos de Bragança, com a indicação de um local definitivo e adequado do novo habitat desses animais. A decisão foi proferida em ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela administração municipal anterior, contra o Ibama e a Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) da Secretaria da Saúde do Governo do Estado de São Paulo. Com a ação, o MPF e a Prefeitura devem buscar a participação do Ibama e da Sucen na solução dos problemas ambientais e de saúde pública causados pela população de capivaras em áreas urbanas do município. O principal deles é o risco de transmissão de febre maculosa brasileira, doença infecciosa provocada por bactéria transmitida por carrapatos. 14011714  

Voltar