º,

Dólar: R$ 4.147

Meio Ambiente

Cantareira tem queda no nível de água, mesmo com chuva


Publicado em 12/11/2018 19:46


20081610O nível de água do Sistema Cantareira voltou a apresentar leve redução na quinta-feira, 18. A queda aconteceu mesmo tendo chovido nos reservatórios, nesta quarta, 17, mais da metade do registrado até então em agosto. O sistema opera, agora, com 75% de sua capacidade. De acordo com o site da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), os sistemas Alto Tietê, Guarapiranga e Rio Claro também apresentaram queda nesta quinta em relação à quarta. O sistemas Alto Cotia se manteve estável e o Rio Grande registrou pequena alta. Um dos motivos das quedas nos níveis de água é a escassez de chuvas. Em julho, um dos meses mais secos do ano, choveu 11,8% do esperado. O mês de agosto não começou diferente, com registro de 10,1 mm de pluviometria acumulada no mês até esta quinta - índice que melhorou bastante com os 5,5 mm registrado só na quarta. O acumulado de chuva esperado para agosto é 34,3 mm. ÍNDICES- Após uma ação do Ministério Público, aceita pela Justiça, a Sabesp passou a divulgar outros dois índices do Cantareira. Nesta terça, o segundo índice estava em 58,1%: ele considera o volume armazenado na capacidade total, incluída a área do volume morto. O Cantareira chegou a atender 9 milhões de pessoas só na região metropolitana de São Paulo, mas atualmente abastece 7,4 milhões após a crise hídrica que atingiu o estado em 2014 e 2015. Os sistemas Guarapiranga e o Alto Tietê absorveram parte dos clientes para aliviar a sobrecarga do Cantareira durante o período de estiagem.  

Voltar