º,

Dólar: R$ 3.7569

Meio Ambiente

Bragança é reprovada no Programa Município Verde Azul


Publicado em 12/11/2018 20:46


Lançado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o Programa Município Verde Azul – PMVA - tem o inovador propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios. Assim, o principal objetivo é estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado de São Paulo. A participação de cada um dos municípios ocorre com a indicação de um interlocutor e um suplente, por meio de ofício encaminhado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Além disso, a participação do município no PMVA é um dos critérios de avaliação para a preferência na liberação de recursos do Fundo Estadual de Controle da Poluição - FECOP. As ações propostas pelo PMVA compõem as dez Diretivas norteadoras da agenda ambiental local, abrangendo os seguintes temas estratégicos: Município Sustentável, Estrutura e Educação Ambiental, Conselho Ambiental, Biodiversidade, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Uso do Solo, Arborização Urbana, Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos. Eficácia - O Ranking elaborado resulta da avaliação técnica das informações fornecidas pelos municípios, com critérios pré-estabelecidos de medição da eficácia das ações executadas. A partir dessa avaliação o Indicador de Avaliação Ambiental - IAA é publicado para que o poder público e toda a população possam utilizá-lo como norteador na formulação e aprimoramento de políticas públicas e demais ações sustentáveis. Bragança é uma das cidades reprovadas. A concessão do selo verde azul é feita para municípios que têm média superior a 50 (entre 0 e 100) em ao menos um de seis quesitos essenciais: arborização, biodiversidade, esgoto tratado, águas, qualidade do ar e lixo. A nota de Bragança é 16,33 e sua colocação no ranking é a 341ª, num total de 589 cidades avaliadas no estágio três de 2017. A Secretaria do Meio Ambiente já iniciou a coleta de dados e no início de agosto divulgará o novo ranking relativo a 2018.

Voltar