º,

Dólar: R$ 4.161

Meio Ambiente

Abandono de obras: Aumenta degradação ambiental da avenida Atílio Menin


Publicado em 12/11/2018 19:46


A atual administração, especialmente a secretaria municipal de Serviços e a secretaria de Obras, tem se especializado em começar obras que, abandonadas, nunca terminam, causando problemas graves e prejuízos à população. A pobre e almejada av. Atílio Menin, uma das principais vias de acesso à região do Jardim Águas Claras, é um exemplo gritante do desleixo que, a pior administração de todos os tempos, tem feito pela sofrida Bragança Paulista. Desde 2009, objeto de Ação Civil Pública, a av. Atílio Menin é parte importante nesse contexto, como solução para resolver o fluxo de trânsito que vai para aquele setor da cidade. Alardeada como obra salvadora em 2013, quando tiveram início os trabalhos de duplicação da avenida, por parte da secretaria de Serviços, à época comandada pelo ex- secretário Moufid Doher, que ficou descontrolada na condução técnica da obra por falta de coordenação. O começa, para e para é constante. Mais de três anos após o início atabalhoado das obras, o local hoje está totalmente abandonado e degradado, colocando em risco a vida das pessoas que por ali passam, sendo inclusive já registrados vários acidentes na região "eternamente" em obras. O abandono provocou gigantescas voçorocas que se formaram ao longo da avenida, e o material utilizado na obra, como tubos, bocas de lobo, guias e sarjetas, bica corrida e muito mais, se perderam ao longo do tempo, causando graves prejuízos aos cofres públicos. Para agravar ainda mais a situação, toda terra erodida na avenida foi transportada pelas águas da chuva para os ribeirões da região, provocando graves crimes ambientais e aumentando demasiadamente as chances de enchentes na cidade. O descaso com o meio ambiente e com o dinheiro público, motivou o vereador Tião do Fórum, protocolar na última sessão da Câmara Municipal, Pedido de Informações ao prefeito Fernão Dias, solicitando maiores detalhes da situação, apontando para os graves crimes ambientais e desconsideração com a coisa pública. O pedido aponta a possível responsabilização dos prejuízos ao então secretário de Serviços, Moufid Doher e a José Eduardo Gonçalves, secretário de Obras, ao qual cabe a função de coordenar e fiscalizar obras públicas. A exemplo de denúncia de omissão e inércia no caso da tubulação desnecessária e ineficaz da av. José Gomes da Rocha Leal, também já denunciada pela Câmara Municipal, o secretário de Obras poderá vir a responder pela mesma deficiência técnica no caso das obras abandonadas da Atílio Menin, pois há indícios de absoluta negligência técnica envolvendo falta de projetos e fiscalização por parte de sua secretaria. [caption id="attachment_12233" align="alignleft" width="650"]No leito da futura pista da duplicação da av. Atílio Menin, gigantescas voçorocas ameaçam a segurança dos usuários  e o completo abandono por parte da Prefeitura, está estragando o material utilizado na obra inacabada No leito da futura pista da duplicação da av. Atílio Menin, gigantescas voçorocas ameaçam a segurança dos usuários e o completo abandono por parte da Prefeitura, está estragando o material utilizado na obra inacabada[/caption] [caption id="attachment_12234" align="alignleft" width="650"]Tubos abandonados se fundem com o terreno em degradação Tubos abandonados se fundem com o terreno em degradação[/caption]

Voltar