º,

Dólar: R$ 5.2229

GB Norte

Morador reaproveita entulhos despejados em área pública


Publicado em 24/08/2019 08:20


Enquanto pessoas estão jogando entulhos e lixo atrás do terreno da E.M. Marilis Reginato Abi Chedid, no bairro Jardim Vista Alegre, outros recolhem o entulho para reaproveitar o que ainda pode ser utilizado.
Na fria manhã de terça-feira, 20, morador Luiz Pires da Silva chamou atenção da reportagem por recolher entulhos para o porta-malas de seu veículo. Segundo ele, ali havia tijolos quebrados que poderiam ser utilizados para arrumar um pedaço do forro de sua residência.
"Vim comprar pão e aproveitei para pegar esses tijolos que ainda estão bons pois vou fechar o forro da minha casa, é mais fácil pegar estes que já estão repartidos do que comprar um para quebrar ao meio", explicou.
Estudos na área de reciclagem apontam que para cada metro quadrado de uma obra nova, geram-se em torno de 120 kg ou 100 litros de entulho com a seguinte composição: 64% de argamassa (cimento, cal, areia); 29% de material cerâmico (tijolos, telhas, lajotas etc), 6% de concreto e afins (ferro, areia, blocos e pedra) e 1% de materiais variados.
A sujeira em terrenos pode favorecer proliferações de animais peçonhentos como escorpiões e aranhas, além de criadouro para mosquito vetores de doenças. Outro impacto negativo é que a população deixa de ocupar áreas em função da sujeira.
O terreno atrás da creche, é utilizado a noite para atividade do tráfico de drogas, causando insegurança na população. Apesar do policiamento no bairro, logo que a polícia vai embora traficantes voltam as atividades normalmente.

 

Voltar