º,

Dólar: R$ 3.8397

Esportes

Ferroviários e São Lourenço fazem acordo e dividem título do Amador 2019


Publicado em 08/06/2019 10:13


 


No início da noite de sexta-feira, 7, em reunião na sede da Liga Bragantina de Futebol (LBF) entre os presidentes Rubens Russo Júnior, da LBF, Alexandre Brochetta, do Ferroviários e Edmir José Pedroso, o Boi, do São Lourenço, foi definida a divisão do título amador de 2019. A informação foi dada em primeira mão pelo repórter Bruno Mendes, que publicou entrevista com os presidentes.
Rubens Russo Júnior, presidente da LBF, que intermediou a reunião, disse que os clubes tinham propostas divergentes e sem acordo entre as partes, surgiu uma segunda sugestão de divisão do título. “Essas primeiras propostas não tiveram acordo e foi apresentada por ambas equipes a divisão do título de 2019”, explicou. Ambos os presidentes se dizem satisfeitos com a divisão, que a princípio não era vista com bons olhos. Alexandre Brochetta, disse que a ideia inicial do FAC era que se realizasse uma nova partida, porém perante a falta de datas e pelo custo de se fazer um novo confronto, acabou aceitando a divisão. “Não era nossa primeira opção. Nós propomos para o São Lourenço uma nova partida, para que se resolvesse dentro de campo, mas como a proposta não foi aceita e a gente acabou fazendo uma segunda proposta e a Liga, juntamente com o São Lourenço, aceitaram”, disse o presidente do FAC.
Com o regulamento embaixo do braço, Edmir José Pedroso, o Boi, presidente do São Lourenço disse que o Esmaga Sapo queria aguardar a decisão do TJD-LBF, porém diante da negativa do presidente da Locomotiva Avinhada, achou uma que a divisão era uma saída justa para ambas as equipes. “Nós chamamos para ir para o Tribunal, mas teve a terceira proposta e as duas equipes acharam melhor dividir o troféu e o São Lourenço e o Ferroviários saíram campeões de 2019” disse Boi.
Segundo o presidente Rubens Russo Júnior, a Liga encomendará as medalhas e troféus para os clubes e deve anunciar nos próximos dias a data para a solenidade de entrega.
A decisão - O campeão seria conhecido no último domingo, em jogo no Nabizão, que não chegou ao final. Faltando sete segundos o São Lourenço tinha uma falta a seu favor, cometida com violência pelo zagueiro Forbe, do Ferroviários, que foi expulso de campo. A confusão se formou, com invasão de campo por parte de reservas e diretores das equipes, que levou o árbitro a suspender a partida, tendo saído do gramado.
O tempo passou, muita conversa entre dirigentes dos clubes, da Liga e o árbitro, e nada se resolvia. O FAC chegou a propor que a falta não fosse cobrada e que o São Lourenço recuasse a bola para terminar o tempo regulamentar, e assim a decisão fosse para as penalidades. Sem acordo, o juiz encerrou a partida.

Voltar