º,

Dólar: R$ 4.0555

Esportes

Bragantino vence em Pelotas na estreia do Brasileiro B


Publicado em 27/04/2019 08:56



A partida começou morna, com muitos passes errados de ambos os times. Com o caA estreia no novo Bragantino no Brasileirão Série B foi com vitória, por 1 x 0, em Pelotas, diante do Brasil.mpo escorregadio, os lançamentos longos e chutes de fora da área predominaram até aos 10 minutos, quando o Bragantino passou a tocar a bola e envolver o Brasil. Mas foi do time gaúcho a primeira chance, em chute de fora da área para defesa importante do goleiro Júlio César, aos 12 minutos.

Na sequência foi a vez do ataque do time de Bragança perder chance de gol, em jogada de Bruno Tubarão. Um minuto depois o atacante Roberson se machuca e dá a vaga para Matheus Peixoto. Aos 16 minutos Ytalo mandou uma bola na trave, e quase tirou o zero do placar. Jogando melhor, Ullian Corrêa e Osman também levaram perigo ao time gaúcho, que atacava poucas vezes e com dificuldades. E aos 38 minutos, em jogada de Osman pela esquerda, em cruzamento para o meio da área, Bruno Tubarão apareceu para tocar para o gol e abrir o marcador. Aos 43 minutos, o Brasil também teve que efetuar uma alteração, com a saída de Bruno Santos, machucado, para a entrada de Ednei. A superioridade do Bragantino nos primeiros 45 minutos foi inquestionável.
Na etapa complementar as duas equipes caíram de produção e com a piora do gramado, encharcado, as oportunidade de gol foram poucas. O Brasil tentou impor o ritmo de jogo nos primeiros cinco minutos, mas parou por aí. O que se viu até o final foram chutões de parte a parte. O Bragantino mostrou ser mais time.

BRASIL 0 x 1 BRAGANTINO
Local: Estádio Bento de Freitas, Pelotas (RS)
Data: 26/4/2019; Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR)
Público e Renda: não divulgados
Gol: Bruno Tubarão aos 38’ (Bragantino)
BRASIL: Carlos Eduardo, Ricardo Luz, Leandro Camilo, BrunoAguiar e Bruno Santos (Ednei) (Marcinho); Leandro Leite, Washington (Diogo Oliveira), Murilo Rangel e Branquinho; Bruno Paulo e Juba. Técnico: Rogério Zimmermann.
BRAGANTINO: Júlio César, Pedro (Wesley), Anderson Marques, Ligger e Rafael Carioca; Barreto, Ullian Corrêa e Ytalo (Rayne); Bruno Tubarão, Roberson (Matheus Peixoto e Osman. Técnico: Antônio Carlos Zago.

Voltar