º,

Dólar: R$ 4.1273

Esportes

Bragantino perde, por 4 a 1, para o Vitória em Salvador


Publicado em 12/11/2018 20:41


O Bragantino jogou na noite de sexta-feira, 22, no estádio Manoel Barradas, o Barradão, em Salvador (BA), pela terceira rodada da Série B, mas não foi desta vez ainda que conseguiu vencer fora de casa. O Leão perdeu por 4 a 1, para o Vitória (BA), com gols de Escudero, Elton, Rogério e Diogo Matheus. Chico marcou para o Braga. O resultado foi elástico porque o Braga perdeu um pênalti, teve um gol contra validado de forma irregular e pressionou o adversário no segundo tempo, mas sem sucesso. Com o resultado o Massa Bruta permaneceu com 03 pontos e caiu quatro posições na classificação geral ocupando agora o 16º lugar da Série B. Na próxima rodada o time vai em busca de reabilitação jogando no Nabizão, sexta-feira, 29, às 19h30, contra o América (MG), numa partida de seis pontos, já que as duas equipes estão muito próximas uma da outra. Alguns jogadores contratados na semana já deverão estar com a documentação regularizada e, portanto, em condições de ficar à disposição do técnico Osmar Loss. O jogo- A partida começou bastante corrida com as duas equipes buscando as jogadas de ataque. O Vitória procurou usar o fator campo e com o apoio da torcida criou o primeiro bom momento do jogo. Aos três minutos Rhayner fez boa jogada pela esquerda e cruzou no segundo pau. Vander apareceu sozinho nas costas da zaga, mas conseguiu cabecear para fora perdendo um gol inacreditável. Mais quatro minutos se passaram e o Vitória abriu o marcador. Depois de bola trabalhada na direita, Vander cruzou para o meio da área e a Alemão aliviou. Elton tocou na bola e ela sobrou para Escudeiro na entrada da área, que de primeira bateu forte no canto baixo direito de Douglas e fez 1 a 0 Vitória. O Braga tentou responder aos nove minutos. Guilherme bateu escanteio da esquerda no primeiro pau e Leandro silva apareceu para tocar de cabeça antes da zaga. Mas a bola foi para fora assustando o goleiro Fernando Miguel. Aos 17 Jobinho escapou pela direita e de perna esquerda tentou o ângulo superior direito de Fernando Miguel, mas a bola foi para fora, apesar de passar perto. Aos 19 Chico arriscou do meio da rua e obrigou o goleiro baiano a espalmar para longe para não sofrer o empate. O Bragantino seguiu melhor em campo e tinha mais posse de bola. Porém, foi o Vitória que volto a marcar, mas sem valer. Aos 26 minutos Escudero tocou a bola para o  meio da área e encontrou Elton voltando para receber o lance. O atacante ajeitou e bateu para o fundo do gol marcando, mas dedado pelo assistente 01, Ivan Carlos Bohn, ele foi anulado pela arbitragem. Antes do término da primeira etapa o Vitória quase ampliou. Elton foi lançado em condições de marcar, mas na saída de Douglas ele tocou pra o meio e encontrou Diogo Matheus sozinho. O atacante se enrolou com a bola e mesmo assim ela ia entrando, mas Pedro Henrique, em cima da linha, evitou o segundo do time baiano. Segundo tempo- A partida recomeçou com o Vitória alterado. Escudero, o autor do gol, ficou no vestiário por sentir a coxa e Rogério foi para o jogo. Esta alteração deixou o Vitória com quatro atacantes e antes mesmo do minuto inicial terminar o time da casa ampliou, mas o lance foi irregular, porém, não marcado pela arbitragem. Douglas recebeu uma bola atrasada e se enrolou com ela. Ao tentar chutar permitiu que Elton tocasse antes ajeitando para Vander. Após receber ele tocou de volta para Elton que estava impedido. O atacante ainda preparou a bola e bateu para o fundo da rede. 2 a 0 Vitória. O Braga sentiu o gol e depois de mais quatro minutos sofreu o terceiro. Rhayner ficou com a bola na intermediária e descolou um excelente lançamento para Rogério no meio da zaga. O atacante se livrou de Douglas que saia para tentar o corte e sem ninguém no gol só tocou para o fundo da rede. 3 a 0 Vitória. Preocupado com o resultado e com a apatia do segundo tempo, Osmar Loss resolveu mexer pela primeira vez. Guilherme deixou o campo e Alan Mineiro fez sua estreia no Massa Bruta. A alteração fez o meio campo do Braga melhorar e aos 19 minutos Jobinho foi derrubado dentro da área e o pênalti foi marcado, apesar de Erick ter completado para o fundo das redes. Erick bateu aos 20 minutos, mas Fernando Miguel defendeu. Aos 23, após bate rebate, Erick tentou um chute dentro da área, mas a bola tocou na zaga e foi para fora. Após este lance ele deixou o campo e Isaac foi para o jogo. Aos 27 minutos o técnico Osmar Loss fez sua última alteração na tentativa de diminuir o marcador. O time já estava melhor posicionado em campo desde a entrada de Alan Mineiro e após lançamento de Isaac Chico ficou na cara de Fernando Miguel e bateu cruzado buscando o canto baixo direito do goleiro. Foi o primeiro do Massa Bruta no Barradão. Após o gol o Massa Bruta se lançou ao ataque em busca de diminuir o resultado e depois lutar pelo empate, mas não conseguiu acertar a pontaria. Pior para o clube paulista que ainda sofreu o quarto gol aos 40 minutos. Diogo Matheus recebeu a bola na esquerda, trouxe para a perna esquerda na enteada da grande área e acertou um pombo no ângulo superior direito de Douglas que nada pôde fazer. Um golaço e 4 a 1 Vitória. 2605154bra

Voltar