º,

Dólar: R$ 3.8397

Esportes

Braga joga com 10, derrota o São Bento e acaba com tabu


Publicado em 05/06/2019 11:52


Sem dois jogadores importantíssimos de meio-campo (Uillian Corrêa e Barreto) e sem o zagueiro Léo Ortiz, expulso aos11 minutos de jogo, ainda assim o Bragantino derrotou o São Bento na noite de terça-feira, 4, e alcançou a liderança do Campeonato Brasileiro Série B.
Mais que isso, o Bragantino acabou com um tabu que durava 10 anos sem vencer a equipe de Sorocaba.
Ao perder seu zagueiro logo no início da partida, o técnico Antônio Carlos Zago teve que modificar o esquema que usaria, porém o Bragantino manteve a posse de bola e criou as jogadas com mais precisão que o time beneditino.
Logo após a expulsão o São Bento esboçou algumas jogadas de ataque, mas Júlio César se houve bem em dois lances seguidos. A resposta do alvinegro veio com Claudinho, que obrigou o goleiro Paulo Vitor a uma grande defesa. A vantagem numérica do São Bento não surtiu efeito.
Na volta do intervalo, com 0 x 0 no placar, o panorama não se modificou e enquanto o São Bento se mostrava lento, o Braga tirava proveito de sua velocidade, E foi assim que abriu o marcador, aos 65 minutos, após cobrança de escanteio e falha do goleiro, que não achou a bola, mas não passou pelo atacante Wesley, que de chapa de pé mandou para as redes.
A partir daí o que se viu dos sorocabanos foi um time desesperado, sem criação, apenas chutando a bola para frente, o que facilitou ainda mais para o Bragantino, que chegou ao segundo gol através de Ytalo, num contra-ataque rápido, já nos acréscimos, 92 minutos, selando a vitória e a liderança do time de Bragança.

BRAGANTINO 2 x 0 SÃO BENTO
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista
Data: 4 de junho de 2019 - Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Público: 4.976 - Renda: R$ 33.840,00
Gols: Wesley aos 65’ e Ytalo aos 92’ (Bragantino)
Cartões amarelos: Antônio Carlos Zago, Pio e Pedro Naressi (Bragantino) e Cafu, Fabrício Oya, Régis, Vinícius Kiss, Zé Roberto (São Bento)
Cartão vermelho: Léo Ortiz (Bragantino) e Régis (São Bento)
BRAGANTINO: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca; Pio, Pedro Naressi e Ytalo (Matheus Peixoto); Wesley (Bruno Tubarão), Thiago Ribeiro (Rayan) e Claudinho. Técnico: Antônio Carlos Zago.
SÃO BENTO: Paulo Vitor; Régis, Guilherme Mattis, Élton (Alisson) e Mansur; Fábio Bahia, Pablo (Joãozinho) e Vinícius Kiss, Cafu; Fabrício Oya (Alecsandro) e Zé Roberto. Técnico: Luizinho Rangel.

Voltar