º,

Dólar: R$ 5.1787

Editorial

Melhor a Sabesp do que a SaPesT


Publicado em 12/11/2018 19:34


Pelo menos por enquanto, o embate Prefeitura/Sabesp envolvendo o contrato de concessão dos serviços de abastecimento de água e saneamento básico está nos finalmente. Após longos seis anos de contrato vencido, agora parece que tudo vai se normalizar. Ainda bem. Já pensou se esse contrato cai nas mãos de empresas ligadas ao PT, como acontece no Brasil inteiro? A terceirização de serviços essenciais em nossa cidade tem sido um risco muito grande para a população. A Saúde por exemplo, está sem controle. A manutenção da cidade está um lixo e assim por diante. Os vereadores receberam a minuta do contrato do convênio e devem analisar o óbvio e dizer amém. A manobra político administrativa foi muito bem engendrada. A proposta de a Sabesp destinar R$50milhões para a Prefeitura utilizar em projetos ambientais incluindo recuperação de áreas degradadas, as quais com considerável participação da Prefeitura e da própria Sabesp por ação ou omissão e cumplicidade nas intervenções e obras, pode ser  uma máscara de bondade. Esses supostos projetos ambientais e de recuperação não seriam obrigações da Sabesp por ser ela e a Prefeitura direta ou indiretamente responsáveis pelas melhorias propostas e causadoras dos danos aos quais se propõem recuperar? É uma questão que exige respostas apolíticas e honestas. Outro ponto é a concessão para  30 anos renováveis para mais 30 anos. Serão 60 anos. Provavelmente o prefeito e todos os vereadores que aí estão, daqui  a 60 anos, salvo se algum deles tiver o gene do Matuzalem, poderão estar comigo no andar de cima da vida ou se for muito pecador, no andar de baixo. Me parece que não são só alguns juízes e promotores que pensam que são deuses ou semi-deuses. No meu modesto entendimento, a Sabesp não vai dar nada para o Município. Ela provavelmente vai executar as projeções técnicas – ambientais que estão no seu orçamento e planejamento, e apenas estaria dando as “glórias” para o município. E quando se fala em 50 milhões e mais 130 milhões em investimentos ao longo dos próximos 30 anos, estaria tudo na conta final da empresa. Ninguém fala em investimento de R$180 milhões (ou seriam 80),talvez porque os 50 milhões pode ser o   “faz de conta”  para a Prefeitura e para os vereadores acreditarem e votar logo esse contrato. Seja como for, melhor a Sabesp do que a SaPesT. PESQUISA- Por outro lado o que teria assustado os vereadores que espernearam para evitar uma pesquisa de opinião sobre a Sabesp?  Que mal tem saber o que o povo pensa desse contrato, da Prefeitura, da Câmara e da Sabesp? Pode ser porque o povo poderia colocar cada um no seu lugar. Responsabilizar a leniência e a incompetência dos vereadores e da Prefeitura ao longo dos últimos seis anos que permitiram que a autarquia operasse sem contrato. Se os vereadores Natanael, Rita Valle, Rafael, Bugalu, Marcus Vale, Mario B.Silva, Noi Camilo, Leo, Miguel Lopes e Valdo, votaram contra a realização da pesquisa, devem ter seus motivos e respeitamos. Se a Câmara e Prefeitura não querem saber o que o povo pensa, a Gazeta Bragantina e a GB NORTE irão fazer um pesquisa de opinião, por meio de uma empresa idônea e especializada, e prestar mais um serviço de utilidade pública para Bragança Paulista. Assim, todos ficarão sabendo o que o povo pensa, da Sabesp, do contrato, da Prefeitura, da Câmara e de outros setores importantes para a vida de todos nós. HUGUITO CHAVES- O espírito bolivariano do ditador Hugo Chaves deve estar rondando o palácio Santo Agostinho. Não bastasse a censura imposta à Gazeta Bragantina e a GB NORTE por parte da assessoria de imprensa da Prefeitura( sempre a mando do prefeito) que há meses excluiu de seu mailing os dois jornais independentes, agora a ditadura do prefeito Fernão Dias também não credenciou os jornalistas da empresa para cobrir o carnaval ou para qualquer evento da Prefeitura. Ontem a redação enviou um email solicitando o credenciamento e foi dado um prazo até às 18h. O prazo oficial terminou na segunda-feira, 9. Um procedimento de exceção, de ditadura que repudiamos. Mesmo assim, a GB e a GB NORTE cobrirão os eventos, mesmo que a vaca do palácio Santo Agostinho continue tossindo!

Voltar