º,

Dólar: R$ 3.7569

Editorial

BRAG BULL, O FUTURO


Publicado em 25/03/2019 17:53


 

 

Paulo Alberti Filho

 

A mais importante marca publicitária que carrega o nome do município de Bragança Paulista, o Clube Atlético Bragantino, pelas sábias mãos e competência administrativa de Marco Antônio Nassif Abi Chedid conquista a simpatia de um dos maiores investidores do planeta no setor esportivo, a Red Bull.

Em depoimento ao repórter da GB, Jonathan Alberti, Marco Chedid revelou que a empresa está ultimando os detalhes para investir R$ 45 milhões na nova marca RB BRAGANTINO que disputará a série B do Campeonato Brasileiro este ano. O anúncio que repercutiu em toda imprensa esportiva do País, cria uma nova expectativa no torcedor bragantino de presenciar o clube na elite do futebol brasileiro.

Essa união entre o Bragantino e a Red Bull representa a sobrevivência financeira sadia do clube e sua manutenção, possivelmente, “ad eternum”, nas principais competições nacionais e quem sabe, da América do Sul.  

É um salto para o futuro, a exemplo do que fez o Palmeiras com o banco Crefisa.

Os corneteiros de plantão, podem dizer que Marco Chedid vendeu o clube para a empresa, porém, mal sabem eles que o Clube Atlético Bragantino é invendável até porque não se pode dissociar legalmente o clube do estádio Nabi Abi Chedid, sob pena do patrimônio ser revertido ao munícipio, conforme prevê clausula da escritura de doação do terreno lavrada no século passado.

Por outro lado, o clube vem sendo mantido atualmente, conforme afirma o presidente, pelas insuficientes verbas de publicidade e por aporte financeiro que ele faz de suas empresas. Uma situação que é insuportável por qualquer empresa nesses dias de crise e instabilidade econômica por qual passa nosso País. Marco Chedid arrisca o patrimônio de suas empresas para manter a tradição e a história do Clube. Como afirmou à GB, o negócio com a Red Bull é uma oportunidade única para que o Clube Atlético Bragantino sobreviva.

Por fim, o torcedor e a população devem reconhecer que o Bragantino ainda existe por causa da família Chedid e, ainda por causa dela, continuará sobrevivendo graças a essa parceria com a Red Bull.

Parabéns presidente, por projetar o futuro de nosso Bragantino e turbinar a marca que representa Bragança Paulista no cenário esportivo do planeta.  

 

Voltar