º,

Dólar: R$ 5.2824

Cultura

Alesp discute situação financeira de municípios estância


Publicado em 12/11/2018 19:31


O diretor do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade), Adalberto Ferreira da Silva, declarou nesta semana que os municípios não estão recebendo os recursos financeiros destinados pelo Fundo de Melhorias das Estâncias. A confirmação ocorreu durante audiência da Comissão de Atividades Econômicas da Assembleia Legislativa (Alesp). A atividade foi promovida em atendimento às reivindicações do deputado Edmir Chedid (DEM), que ressaltou a preocupação de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de municípios estância prejudicados pela ausência do benefício, bem como do presidente da Associação das Prefeituras das Cidades Estâncias do Estado de São Paulo (Aprecesp), André Bozola, que também é prefeito de Socorro. “Estamos pedindo para o Dade esclarecimentos acerca dos recursos, que há três anos não eram tão importantes, mas que atualmente são superimportantes devido à crise econômica e moral. As prefeituras estão passando por momentos difíceis, atrasando pagamentos, mas o Fundo das Estâncias é uma verba com destino garantido, que não poderia nem ser contingenciada", completou. O parlamentar disse ainda que o fundo das estâncias é de 70 municípios que dependem desses recursos financeiros e citou casos de prefeitos que receberam a primeira parcela e não recebem a segunda. "Precisamos identificar onde está o problema; esse é o nosso grande questionamento. É preciso lembrar que o turismo é um grande gerador de emprego e precisamos de muitos empregos”. PREOCUPAÇÃO- Edmir Chedid lembrou que no governo Mario Covas, que tinha como vice o atual governador Geraldo Alckmin, o valor a ser pago às estâncias foi reduzido a 10% do que seria pago, desde que o PSDB se comprometesse a pagar esse valor em dia. “Só que hoje o governo não está pagando. Afinal, foram os prefeitos que não entregaram os projetos ou o Dade que não teve capacidade operacional?”. Por fim, o prefeito de Socorro lembrou que na última reunião da Aprecesp já havia a preocupação com o não repasse dos recursos e concluiu "que essa preocupação procede, porque estamos percebendo que o turismo, ao contrário do que vem se dito pelo Estado, vem perdendo espaço. A situação está ficando delicada e precisamos de uma posição mais clara”, concluiu. [caption id="attachment_5002" align="alignleft" width="650"]Edmir Chedid, Adalberto Ferreira, Itamar Borges e André Bozola Edmir Chedid, Adalberto Ferreira, Itamar Borges e André Bozola[/caption]

Voltar