º,

Dólar: R$ 4.1309

Dia dos Mortos

O calendário brasileiro reserva o dia 2 de novembro para “os finados”. É o feriado do “Dia de Finados” ou “Dia dos Mortos”. É dia de lembrar e/ou reverenciar os mortos. Assim, ontem, alguns reverenciaram seus entes queridos que “já partiram” enquanto outros oraram pela alma dos que “se foram”. Sobre morte é bom lembrar que ela é uma realidade. Todos nós caminhamos ao encontro dela. Todos nós, criaturas ou filhos de Deus, mais dia menos dia, passaremos “desta para outra”. Assim, devemos nos perguntar se estamos preparados para morrer? A vida é frágil e a morte uma realidade. E, essa realidade precisa ser aceita. Sobre a perda de um ente querido é bom considerar que a dor da perda pode parecer superior àquilo que se pode suportar e que, muitas vezes, levará muito tempo para ser curada. Entretanto, admitir e aceitar a perda é essencial para a cura de um coração ferido. É bem verdade que, para alguns, o passamento de um ente querido é um “desastre”. A pessoa permanece por vários dias em estado de choque, tentando se convencer de que a perda não ocorreu e de que seu amado/a irá voltar e encontrá-lo/a como sempre fez. Mas, não importa a intensidade da dor, é necessário reconhecer e aceitar a realidade da perda. Isso é essencial para a cura de um coração ferido. Nesses momentos difíceis a crença religiosa faz toda diferença, já que a crença funciona como um piloto automático embutido que dirige totalmente a vida. É o “dispositivo” que assegura o rumo da vida. Portanto, a escolha de sua crença deve ser feita de maneira bem criteriosa. Escolher crer em Jesus Cristo, e em suas promessas, é a melhor decisão que se pode tomar. Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá” - Evangelho de João 11:25, 26. E mais, o Senhor Jesus nos anima com as seguintes palavras: “Não se turbe o seu coração; creia em Deus, creia também em mim” pois “No mundo passareis por aflições; mas tenha bom ânimo, Eu venci o mundo” – Evangelho de João 14:1 e 16:33. Por isso, escolha andar ao lado de Cristo Jesus, que venceu até mesmo a morte e ressuscitou nos dando a esperança de vida eterna.

Voltar