º,

Dólar: R$ 4.147

DIA DAS MÃES

    Conta-se que a mais antiga celebração do Dia das Mães tem origem na mitologia grega. Na Antiga Grécia, na entrada da primavera, havia um festejo em honra a Rhea (deusa da fertilidade), considerada a “mãe dos deuses”. Já, no início do século XVII, a Inglaterra passou a dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães das operárias. No “Mothering Sunday” (Domingo das Mães) as trabalhadoras tinham folga para ficar em casa com suas mães e levavam o mothering cake, um bolo, de presente para elas. Nos Estados Unidos a primeira sugestão para criação de uma data para celebração das mães foi dada em 1872 pela escritora Júlia Ward Howe, autora de "O Hino de Batalha da República". Mas foi outra americana, Ana Jarvis, no Estado da Virgínia Ocidental, que iniciou uma campanha para instituir o Dia das Mães. Em 1905 Ana, perdeu sua mãe e entrou em depressão. Algumas amigas, preocupadas, tiveram a ideia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Ana quis que a festa fosse estendida à todas as mães, vivas ou mortas, com um dia em que todos se lembrassem e homenageassem suas mães. A ideia era fortalecer os laços familiares e o respeito aos pais. Assim, a primeira celebração oficial aconteceu em 26 de abril de 1910, quando o governador da Virgínia Ocidental, William E. Glasscock, incorporou o Dia das Mães ao calendário de datas comemorativas do estado. Rapidamente outros estados aderiram à comemoração. E, em 1914, o então presidente dos EUA, Woodrow Wilson, propôs que o dia nacional das mães fosse comemorado no segundo domingo de maio. No Brasil o Dia das Mães foi introduzido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, em 12 de maio de 1918. A data passou a ser celebrada no segundo domingo de maio, conforme decreto assinado, em 1932, pelo presidente Getúlio Vargas. Hoje o “Dia das mães” é uma data comemorativa com bastante cunho comercial, já que, depois do Natal, é a época em que as lojas mais vendem. De flores a bombons, de presentinhos a presentões, de celulares a carros o comércio faz de tudo para vender, e a simplicidade da data vai se perdendo. O “Dia das mães”, apesar do apelo comercial, é um dia para honrar sua mãe como nos exorta a Bíblia: “Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo.  Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa), para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra” – Epístola de Paulo aos Efésios 6:1 a 3. Assim, não perca a oportunidade de homenagear sua mãe neste domingo, lembrando-se de honrá-la em todos os demais dias do ano.   Rogério Machado é jornalista e pastor da Igreja Batista Boas Novas – Cd Planejada 2 prrogeriomachado@yahoo.com.br    

Voltar