º,

Dólar: R$ 4.161

Copa do Mundo FIFA 2018

*Rogério Machado A Copa do Mundo FIFA de 2018, que acontece na Rússia, está em sua vigésima primeira edição. Com onze cidades-sede, o campeonato será disputado entre 14 de junho e 15 de julho. A edição desse ano será a primeira realizada no Leste Europeu e a décima primeira realizada na Europa, depois de a Alemanha ter sediado o torneio em 2006. Esta edição da Copa do Mundo é um dos primeiros eventos esportivos de importância mundial realizados no país desde os Jogos Olímpicos de Verão de 1980. E, consta que a FIFA escolheu a Rússia por causa do aumento do interesse da população russa no futebol. A Seleção Brasileira é a única a participar de todas as copas do mundo de futebol. É também a única seleção pentacampeã mundial... esse ano “rumo ao hexa”. Apesar do futebol ter sido inventado na Inglaterra (Grã-Bretanha), por isso ser o esporte bretão, é o Brasil que detém o título de país do futebol, isso porque somos um “celeiro” de jogadores. Aqui há um campinho em cada canto e joga-se futebol na rua, na calçada e até dentro de casa. Quase todos conhecem, jogam, falam ou torcem por um time de futebol. Por isso o esporte é conhecido como “uma paixão nacional”. O Brasil já mostrou, nesses mais de cem anos de futebol, o quanto é capaz. Já ganhou cinco copas do mundo no profissional e diversos campeonatos mundiais em diversas categorias, de infantil a sub 20. Além disso, o país do futebol já deu ao Mundo Leônidas da Silva (Diamante Negro), o pai da bicicleta; Mané Garrincha com seus dribles desconcertantes; Ronaldo “fenômeno”, nosso maior artilheiro em copas, com 15 gols; e o Rei Pelé, Atleta do Século 20, que fez 1.281 gols em sua carreira e é o único jogador tri campeão do mundo, pois jogou e venceu as Copas de 1958, 62 e 70. Há quem diga que o futebol move a nação, e que se aqui a política fosse levada tão a sério como levam o futebol nós seríamos uma potência mundial. Mas, apesar de nossos governantes, pelo quais devemos orar, da situação econômica do país e da degradação moral pela qual passamos, eu preferia que o Brasil não fosse o país do futebol, mas sim o país do evangelho. Gostaria que houvesse um verdadeiro compromisso dos brasileiros com os valores reais apresentados pela Bíblia e que as verdades apresentadas nela fizessem parte do dia a dia de nossa nação, pois certamente assim seríamos uma potência mundial. O compromisso com Deus e com Suas verdades garantem a vitória sobre qualquer crise para qualquer nação. Israel já experimentou isso, a Holanda, a Suécia a Alemanha e os Estados Unidos também quando comprometidos com Deus, seus valores e verdades. Precisamos nos voltar totalmente para o Senhor e nos entregarmos de corpo e alma à Sua vontade pois a Bíblia garante que “Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor... eis que os olhos do Senhor estão sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua misericórdia” – Salmos 33:12 e 18. *Rogério Machado é jornalista e pastor da Igreja Batista Boas Novas -  prrogeriomachado@yahoo.com.br

Voltar