º,

Dólar: R$ 3.8375

O que é astrologia? Para que serve? Como posso me beneficiar com a leitura do meu mapa?

Elisa Graça * Não há dúvida de que a astrologia é popular. Está em todas as bancas de jornal. Porém, a astrologia de massa, conhecida do grande público, é totalmente diferente da consulta astrológica, que necessita de hora, data e local de nascimento. Podemos dizer, sem entrar em detalhes, que a astrologia de massa visa produzir entretenimento ou diversão, atenção (“vou ler sobre o meu signo e da pessoa de quem eu gosto”), esperança e consolo. Ela existe para alimentar emocionalmente, para falar com as pessoas, sendo doce, gentil e ajudando com informações genéricas que muitas vezes são úteis. O grande problema é que se pensa que astrologia seja somente isto. Um estudo personalizado, uma consulta astrológica, tem uma proposta totalmente diferente. Seu objetivo é ajudar individualmente, tentando aumentar o grau de conhecimento a respeito de si mesmo, ainda que isto implique, em alguns momentos, fazer com que o indivíduo entre em contato com conteúdos não resolvidos. Mas não é preciso resolvê-los para se ser mais inteiro, para se avançar? Este artigo pretende apresentar esta astrologia mais profunda, e muito pouco conhecida, e menos ainda utilizada. Quantas pessoas que você conhece que já fizeram uso da astrologia personalizada, ou seja, já fizeram uma consulta astrológica? A astrologia personalizada levado a um real autoconhecimento A astrologia é o mais incrível instrumento existente para entrar nas particularidades do que quer que seja, um evento, um país ou uma pessoa. A quantidade de detalhes e de informações que pode ser extraída é assombrosa. Uma série de coisas pode ser deduzida somente a partir de um mapa astral. Em uma consulta astrológica sobre o mapa astral do cliente, pode-se trabalhar em dois pontos principais: Os fluentes ou as facilidades. O cliente está consciente destes potenciais? Faz uso? Se nasceu, por exemplo, com o Sol na casa nove, está usando-o para realmente se expandir? Entendeu que é isto que ele tem de realizar em sua vida, pois o Sol representa o ponto central do que precisamos concretizar? Os desafios. Assim como um mapa contém potenciais que podem funcionar de um modo mais fácil (mas que, ainda assim, dependem do que será feito deles), contém, igualmente, desafios. E é o papel do astrólogo é descobrir como o cliente está em relação a eles. Tem ciência destes desafios? Quanto trabalhou neles? Conhece a origem dos mesmos? Entende-os em profundidade? Neste segundo caso, o astrólogo tenta propor formas de se lidar com desafios, e também ouve as próprias idéias do cliente. Assim, é necessário se entender que na astrologia haverá sempre dois níveis: o celeste, dos potenciais contidos no mapa, e o terrestre, do que fazemos deles. O mapa astral é, também, um ponto de partida. É como se nascêssemos com um mapa e ao longo da vida vamos caminhando em nossa trajetória com ele nas mãos. Qualquer caminho que percorrermos terá a ver com o nosso mapa, mas alguns caminhos serão melhores, mais produtivos, trarão mais alegrias. Como descobri-los? A consulta astrológica sobre o mapa natal tem o propósito de tentar auxiliar nisso. E envolve muita responsabilidade, pois é uma pessoa que está ali, com sentimentos, tentando se descobrir, se desenvolver. E COMO SERÁ O SEU MAPA ASTROLÓGICO, QUAIS SÃO OS PONTOS FLUENTES OU FACILIDADES E QUAIS SÃO OS DESAFIOS? PARA SABER É SÓ AGENDAR UMA SESSÃO COM: * Elisa Graça, Elisa Graça - Astróloga - Terapeuta Acupuntura Vibracional – Acutonics* - e-mail: elizasgraca@gmail.com - WhatsApp: 11-9.9350-7265 - Skype: Liz.grace

Voltar